Autor Tópico: RDP África  (Lida 7017 vezes)

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1202
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #75 em: Maio 30, 2021, 02:37:02 am »
A RDP África não tem uma "rede de emissores" em Portugal, tem emissores em algumas cidades (Faro, Lisboa, Coimbra e Porto) e como tal a conexão entre eles não é suposto existir. Quem fala nessa situação mostra total desconhecimento.

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk

Certo.


Enviado do meu iPad usando o Tapatalk Pro

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 764
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #76 em: Maio 30, 2021, 03:05:56 am »
"sob a direção de um deles".

E por "sistema interligado de meios de comunicação" podemos entender que estão os quatro emissores ligados à central de onde procede a emissão em Lisboa e entre si através do stream por satélite, fazendo dela, surpreendentemente... uma rede de emissores. :)

Uma boa noite!
« Última modificação: Maio 30, 2021, 03:10:33 am por Memórias da Rádio »

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1202
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #77 em: Maio 30, 2021, 03:36:05 am »
Tiago, não há rede. A RDP África tem emissores soltos. Não é suposto haver comutações. Não se discute semântica aqui.


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk Pro

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 764
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #78 em: Maio 30, 2021, 03:49:41 am »
Porque não há interesse nisso por parte do operador público. Porque o potencial está lá. E é isso que venho apontando: é potencial que não está a ser utilizado, a custo zero. O emissor em Coimbra ir para a Lousã é *só* a diferença de Aveiro e Leiria passarem a ouvir também a estação (certo, Leiria nunca seria perfeito, já sabemos o que acontece no centro), e permitir comutação com o Porto.

Mesma potência, mesma torre, dipolos trocados de um sítio para o outro com os equipamentos todos a reboque. Qual é a dificuldade aqui? É não quererem. Só isso. Até frequência livre há em Coimbra se o problema fosse a RR do Muro.

Recordo que falamos do operador que vendeu frequências à Rádio Comercial em 93, que criou a Antena 3 de frequências regionais em 95...

Tenho muita muita dificuldade em aceitar situações em que há faca e queijo na mão em benefício próprio, e não o utilizam. Muita mesmo. Esta é flagrante nesse quesito.


estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1251
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #79 em: Maio 30, 2021, 08:11:13 am »
Emissor na Lousã daria que em Coimbra mal se ouvisse...
Pois ainda esta semana andei na zona da baixa de Coimbra e dentro de edifícios só entram mesmo os emissores de Coimbra...
Mas adiante,sobre a RDP África,dado ser rádio pública, deveriam ser criadas condições para ter uma rede nacional de emissores e não ficar só com 4 emissores "soltos". É a minha opinião...

guest6

  • Visitante
Re: RDP África
« Responder #80 em: Maio 30, 2021, 11:19:57 am »
Enfim... Há "alminhas" cuja percepção da realidade do espectro rádio-electrico em FM deve ser a alienação e se calhar até o "negacionismo". Mas onde é que existem condições para mais uma rede nacional em FM em Portugal?! Next....

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 764
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #81 em: Maio 30, 2021, 11:39:43 am »
Enfim... Há "alminhas" cuja percepção da realidade do espectro rádio-electrico em FM deve ser a alienação e se calhar até o "negacionismo". Mas onde é que existem condições para mais uma rede nacional em FM em Portugal?! Next....

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk

Com as frequências que estão livres ainda + as ocupadas pela RDP África é tecnicamente possível mais uma rede nacional em FM, ainda que nalguns casos de potência mais limitada. Se para isso devia lá estar a RDP África não sei, mas que é possível é. Com a quantidade de rádios locais que já "bateram as botas" desde 1989 mais os componentes de orografia, é possível e a única dificuldade é a articulação com Espanha nalgumas frequências do Interior.

Entendo a perspetiva do estvmkt de dever ser rádio nacional por ser serviço público. Faz sentido, todos pagamos a taxa, todos temos direito por base. Mas isto não é um projeto para tal.
« Última modificação: Maio 30, 2021, 11:41:31 am por Memórias da Rádio »

guest6

  • Visitante
Re: RDP África
« Responder #82 em: Maio 30, 2021, 11:49:10 am »
Teoricamente e até "tecnicamente" diz-se e escrever-se tanta coisa cuja validade é aproximadamente nula...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk


Asantosc12

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 476
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #83 em: Maio 30, 2021, 11:55:10 am »
O caso da M80, não é uma rede nacional de emissores, mas a norte ao ir comprando frequências de rádios locais consegue chegar "quase" a todo o lado.

guest6

  • Visitante
Re: RDP África
« Responder #84 em: Maio 30, 2021, 12:00:08 pm »
O caso da M80, não é uma rede nacional de emissores, mas a norte ao ir comprando frequências de rádios locais consegue chegar "quase" a todo o lado.
Utilizando frequências/alvarás existentes e atribuídos. Outra coisa muito diferente seria acrescentar mais uma rede nacional em FM ao expectro! Acham viável? Só quem não conhece a realidade no terreno...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk


Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2916
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #85 em: Maio 30, 2021, 12:19:47 pm »
O caso da M80, não é uma rede nacional de emissores, mas a norte ao ir comprando frequências de rádios locais consegue chegar "quase" a todo o lado.
Utilizando frequências/alvarás existentes e atribuídos. Outra coisa muito diferente seria acrescentar mais uma rede nacional em FM ao expectro! Acham viável? Só quem não conhece a realidade no terreno...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk


Nem reorganizando as frequências dos vários operadores seria possível?


Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 764
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #86 em: Maio 30, 2021, 12:36:25 pm »
O caso da M80, não é uma rede nacional de emissores, mas a norte ao ir comprando frequências de rádios locais consegue chegar "quase" a todo o lado.
Utilizando frequências/alvarás existentes e atribuídos. Outra coisa muito diferente seria acrescentar mais uma rede nacional em FM ao expectro! Acham viável? Só quem não conhece a realidade no terreno...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk

*espectro

Precisamente por conhecer a realidade no terreno é que estou a dizer isto. Km's e km's percorridos por todo o país dão-me autoridade para saber do que falo.

Teoricamente e até "tecnicamente" diz-se e escrever-se tanta coisa cuja validade é aproximadamente nula...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk



Lá porque você não acha possível não significa que não seja na realidade. :)

O Estado pode tudo. E em rádio, faz de tudo.

O caso da M80, não é uma rede nacional de emissores, mas a norte ao ir comprando frequências de rádios locais consegue chegar "quase" a todo o lado.
Utilizando frequências/alvarás existentes e atribuídos. Outra coisa muito diferente seria acrescentar mais uma rede nacional em FM ao expectro! Acham viável? Só quem não conhece a realidade no terreno...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk


Nem reorganizando as frequências dos vários operadores seria possível?



Atento: claro que era. Mas mesmo na situação atual...

88.2 Bragança (Bornes)
93.2 Braga (Sameiro, antiga da Esposende)
91.5 Porto (Mte. Virgem)
87.6/101.9 Aveiro (a primeira, antiga da Sintonia Feirense/Globo Azul). Esta não pode ir para a Serra da Freita porque chocaria com a Cardal FM (Pombal) da Mealhada para diante em 87.6, mas em 101.9 e salvo melhor conhecimento penso não haver problemas de maior.
103.4 Coimbra (Lousã ou local)
103.9 Viseu (antiga da Capital em Mortágua) (eventualmente Lousã)
100.0 Castelo Branco (antiga da RJF) (Gardunha)
uma das várias possíveis em Leiria
104.8 Montejunto, com refletores na direção de Évora
101.5 Lisboa
88.4 Palmela ou Grândola (antiga da NATO e já estou a descontar que Grândola se possa ouvir em Lisboa)
88.9 Portalegre (antiga Rádio São Mamede)
89.3 Mendro (salvo alguma espanhola que desconheça)
99.1 Faro (Barlavento)

Isto assim muito rápido. Isto é só, só, RDP África + aproveitamento de frequências locais extintas. Sem muito esforço e só um exemplo. Inclusive noutro tópico nesta mesma sede já se tinha falado de que os alvarás extintos, usados noutro operador, dariam uma rede muito interessante.
« Última modificação: Maio 30, 2021, 12:42:38 pm por Memórias da Rádio »

joao_s

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 597
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #87 em: Maio 30, 2021, 12:49:26 pm »
E que tal a tecnologia DAB, como na Europa desenvolvida.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 764
    • Ver Perfil
Re: RDP África
« Responder #88 em: Maio 30, 2021, 12:53:27 pm »
E que tal a tecnologia DAB, como na Europa desenvolvida.

Aí ainda era muito melhor. Imagine-se um mux por operador nacional com toda a oferta + muxs distritais, geridos pelo Estado ou pelas rádios em associação, contendo os operadores locais. A redução de custos que não seria (apesar do investimento inicial, que podia ser apoiado pelo Estado a pretexto da digitalização, como já ocorreu na televisão em sinal aberto).

guest6

  • Visitante
Re: RDP África
« Responder #89 em: Maio 30, 2021, 12:54:12 pm »
Tanta teoria, mas tanta mesmo... Aplicação real e prática? Zero... Entretenham-se...

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk