Autor Tópico: Festival RTP da Canção 2020  (Lida 3196 vezes)

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 385
    • Ver Perfil
Festival RTP da Canção 2020
« em: Janeiro 16, 2020, 08:54:01 pm »
Prezados camaradas de fórum!

Como a música é parte fundamental da rádio e o FC 2020 está aí à porta, gostaria de saber se já ouviram as canções a concurso, a vossa opinião e expectativas para o que se irá passar em Elvas a 7 de Março.

Será que a Antena 1 irá cobrir o evento?

Sobre as canções, do que eu tive tempo de ouvir, a que gostei mais, mesmo cantada em inglês, foi a dos Blasted Mechanism.

Saudações!

Enviado do meu 5048U_EEA através do Tapatalk


estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1251
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #1 em: Janeiro 16, 2020, 11:04:06 pm »
Era boa aposta os Blasted irem a Eurovisão.
Aliados a sua forma de vestir e ao cantar em inglês poderíamos repetir a façanha do Salvador Sobral.
Iríamos a final quase na certa e podíamos conseguir um grande resultado.

Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 787
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #2 em: Janeiro 17, 2020, 01:19:25 am »
Era boa aposta os Blasted irem a Eurovisão.
Aliados a sua forma de vestir e ao cantar em inglês poderíamos repetir a façanha do Salvador Sobral.
Iríamos a final quase na certa e podíamos conseguir um grande resultado.

Em inglês!? O Salvador Sobral cantou na língua de Camões e de Fernando Pessoa... e ganhou. Muitos outros artistas cantaram na sua língua nativa e ganharam a Eurovisão. Jamais! A meu ver, o Festival da Canção é para se cantar em bom português. Se alguém vai representar Portugal num festival de dimensão europeia (e não só), então represente-se a nossa língua. Não faltam bons letristas e compositores nestes país.
Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1251
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #3 em: Janeiro 17, 2020, 10:09:38 am »
O problema foram as últimas duas escolhas...
E havia melhores canções o ano passado e ganhou uma música que de música não tinha nada.
Os Blasted,mesmo em inglês têm uma imagem associada a eles,a forma de se apresentarem em palco. E já a uns anos atrás ganhou uma banda dentro desse estilo.

R4

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1651
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #4 em: Janeiro 17, 2020, 11:12:32 am »
Para mim, num festival deste tipo, Portugal tem que ter uma música representativa do País e não fingir o que não é, que foi o que aconteceu no ano passado.

Nesse sentido tem que ser uma canção cantada em Português e bem cantada por uma voz de grande capacidade. Áurea que tem presença e carisma, canta maravilhosamente, seria uma excelente representante do País...

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1202
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #5 em: Janeiro 17, 2020, 11:24:34 am »
Uma música do Conan Osiris tem 1000 vezes mais portugalidade do que todas as da barraq... ups, da Áurea juntas...

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1202
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #6 em: Janeiro 17, 2020, 11:26:49 am »
Citar
So you say, scratch my back
Scratch my back, scratch my back
Scratch my back

Todo um portento lírico... um poço de cultura...

Boxx

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 626
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #7 em: Janeiro 17, 2020, 11:35:42 am »
Citar
So you say, scratch my back
Scratch my back, scratch my back
Scratch my back

Todo um portento lírico... um poço de cultura...

por isso é que o inglês é utilizado com lingua de refugio...Isso em inglês, para os mais distraídos, até soa bem, em Português seria no minimo ridiculo...

R4

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1651
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #8 em: Janeiro 17, 2020, 11:37:05 am »
Claro. Lá bem o meu caro com a sua argumentação de superioridade, que tudo sabe, que tudo conhece, que tudo entende. Comparar Osiris a Áurea e dizer que ele é melhor que ela, revela muita coisa.

E já agora, se responder a este post, não venha lembrar novamente que é administrador do fórum. Chega uma vez...
Mas seja duro, é assim que eu gosto...

Ps- está resposta foi para o post do categorizado administrador PDF...
« Última modificação: Janeiro 17, 2020, 11:38:44 am por R4 »

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1202
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #9 em: Janeiro 17, 2020, 11:45:15 am »
Mas seja duro, é assim que eu gosto...

Ps- está resposta foi para o post do categorizado administrador PDF...

Minha nossa, caro R4. Que malandro. Não estava à espera desse atrevimento, seu maroto.

Conan Osiris ser melhor do que a Áurea não é uma mera opinião. É factual. Qualquer perito em musicologia lhe dirá isso. Enquanto o Conan Osiris, goste-se ou não do "estilo" dele, ousou cantar, criar e encenar algo original, a Áurea limita-se mimetizar uma Duffy dos pobres, algo que há lá fora aos pontapés.

Conan Osiris está a imitar quem? Ninguém. Está a beber influências e a produzir música nova. E é essa novidade que o caro R4 e outros estranham. Preferem coisas fáceis, prontas-a-ouvir, da RFM ou da Comercial...

Não há nada de errado nisso. Eu também prefiro ver um episódio de Succession do que estar 12 horas na Cinemateca a ver ciclos de Jean Rouch ou de outros teóricos do cinema directo. São preferências. Sei que há cinema com muita qualidade, embora não seja para mim...

R4

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1651
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #10 em: Janeiro 17, 2020, 12:06:15 pm »
Caríssimo, já nem respodo às garotada inconsequentes do primeiro parágrafo.

Eu falo de música, de boas vozes, na esteira de grandes vencedores do  festival, como Carlos do Carmo, Carlos Mendes, Paulo de Carvalho, Simone ou Salvador. E Áurea  tem esse perfil. Ela canta tudo, já a vi cantar um fado com a maior das naturalidades. Para mim, música é voz... Música sem voz, para mim só jazz ou música clássica.

Mas estamos a falar de festival da canção...  Se fosse um festival desses alternativos, mandava, sem hesitar, o tal Osiris.

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1202
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #11 em: Janeiro 17, 2020, 12:15:12 pm »
Caríssimo, já nem respodo às garotada inconsequentes do primeiro parágrafo.

Eu falo de música, de boas vozes, na esteira de grandes vencedores do  festival, como Carlos do Carmo, Carlos Mendes, Paulo de Carvalho, Simone ou Salvador. E Áurea  tem esse perfil. Ela canta tudo, já a vi cantar um fado com a maior das naturalidades. Para mim, música é voz... Música sem voz, para mim só jazz ou música clássica.

Mas estamos a falar de festival da canção...  Se fosse um festival desses alternativos, mandava, sem hesitar, o tal Osiris.

No último parágrafo estamos de acordo. Aliás, era impossível não estar - todos vimos o desastre que foi o ano passado... por muito que aprecie o Conan e por já o ter visto ao vivo, o que se passou foi um monumental erro...

Carlos do Carmo, Carlos Mendes, Paulo de Carvalho, Simone de Oliveira ou Salvador Sobral são vozes de excelência, poderosas, marcantes. Não tirando o mérito à Áurea, que até pode ter embora nem aprecie, acho que é demasiado compará-la aos "grandes"...

Pode ser que esteja errado. Posso responder de forma sarcástica por vezes, mas sou dos primeiros a dar a mão à palmatória quando digo asneira.

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1969
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #12 em: Janeiro 17, 2020, 12:31:01 pm »
A questão é que Portugal com o Salvador e o Conan está a levar caviar para uma Eurovisão de pop pipoca onde as luzes e o fogo-de-artifício é que são o que mais interessa para muita gente, como o Salvador tão bem disse (embora até goste da vencedora do ano passado).
No entanto não podemos cair no exagero, logo depois da vitória em 2018 lembro-me que a segunda semifinal do Festival da Canção foi intragável e parecia que estava a ser organizada por uma SBSR da vida... Já se sabia que esse ano não podíamos ambicionar muito uma vez que nenhum país até agora venceu a Eurovisão duas vezes seguidas, mas mesmo assim...
Parece-me que este ano o equilíbrio entre o alternativo e o mais comercial é o ideal, embora ainda não tenha uma opinião completamente formada porque ainda apenas ouvi excertos das canções.
« Última modificação: Janeiro 17, 2020, 12:34:46 pm por radiokilledtheMTVstar »

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 385
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #13 em: Janeiro 17, 2020, 10:21:13 pm »
Concordo com a primeira parte do teu comentário.
De facto, há que dar os parabéns ao Henrique Amaro, Nuno Galopim e restante equipa da RTP que tirou a bimbalhada do FC e o revitalizou em 2017, tornando-o uma montra para novos artistas emergentes que são desconhecidos do grande público.

De lá para cá vem perdendo um pouco do ecletismo, sendo o seu pináculo o FC de 2018 que tinha, pelo menos, uma mão cheia de canções excelentes que cabem perfeitamente em qualquer playlist de uma rádio com o mínimo de padrões de qualidade musical.
Nesse ano, apesar de gostar da Isaura, penso que iríamos muito melhor com a dupla emmy Curl (que passou a ser a minha paixão platónica musical portuguesa, confesso aqui) e Júlio Resende, que o Jardim. E essa votação foi, no mínimo, polémica.

Sobre o Conan Osíris, sou daqueles que o acha uma pedrada no charco na nova música portuguesa. Quer se goste ou não do estilo e mesmo ficando triste com as comparações feitas com o Zeca Afonso e o António Variações (esses são de outra galáxia), o homem é um verdadeiro artista e foi muito bem mandado para uma Eurovisão azeiteira, estérica e com lobbies bem institucionalizados.
Mesmo que o nosso bife do lombo seja mandado para um antro de consumidores de lixo musical bem embrulhado em superficialidade, ficamos sempre bem vistos para aqueles que, tal como muitos de nós aqui, são uns melómanos convictos.

Mas a semente do Salvador Sobral já germinou em alguns países. Ainda este ano, a Bélgica vai mandar uma das minhas bandas de eleição que, por cá, só os ouvi na TSF: os Hooverphonic.

Por fim, a lista de canções deste ano, na minha modesta opinião, é a mais fraca de todas.
Adoro os Blasted Mechanism, já fui muito feliz a ouvi-los ao vivo, mas eles já não são o que eram.
Anos e anos com fatos pesados e exóticos, após múltiplas digressões, a saída do Karkov e o desgaste da idade de alguns, bem como a evolução das suas vidas, fazem com que a sua sonoridade tenha sido alterada e já não tenham aquela pujança do tempo do «Start To Move», por exemplo.

E por falar em «Start To Move», deixo-vos aqui uma passagem do grande Professor Agostinho da Silva, contida precisamente nessa faixa:

«O que acontece no Mundo é que toda a gente que nasce, nasce de alguma maneira poeta.
Inventor de qualquer coisa que não havia mundo ainda.
E inteiramente individual.
Cada um poeta que é!»

Let's do a rebellion!

Saudações!

Enviado do meu 5048U_EEA através do Tapatalk


Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 787
    • Ver Perfil
Re: Festival RTP da Canção 2020
« Responder #14 em: Janeiro 18, 2020, 07:51:32 pm »
As músicas do "Festival da Canção" explicadas em 5 minutos:

- Throes + The Shine - "Movimento": africanice (com todo o respeito pelos amigos africanos) banal, corriqueira, perfeitamente encaixável numa rádio como a Cidade FM ou a Mega Hits. Para o Festival da Canção, não.
- Elisa - "Medo de Sentir" - canção pop comercial;
- Kadi - "Diz só": bom tema para ingressar na playlist da RDP África ou num programa de kizomba;
- Blasted - "Rebellion": Música de rock alternativo cantado em inglês boa para, se passar à final, animar o pessoal no coliseu de Elvas. Todavia, a título pessoal, recuso-me a votar num tema que não honra a língua de Camões.
- Elisa Rodrigues - "Não voltes mais": em poucas palavras, "narueaea, narueaea, narueaeieiei". Travo a Sara Tavares e uma letra que deixa muito a desejar.
- Filipe Sambado - "Gerbera Amarela do Sul": finalmente, uma letra eloquente. Todavia, receio que o nível cultural de muitos dos votantes não lhes permita a compreensão adequada da mensagem transmitida pelo Filipe Sambado. Faz lembrar as grandes canções de intervenção.
- Bárbara Tinoco - "Passe-partout": à partida, uma forte candidata a chegar à final. Atrever-me-ia a afirmar que é uma canção que soa mais francesa do que muitas canções que os gauleses têm levado à Eurovisão.
- Judas - "Cubismo enviesado": alguém que levante o braço do gira-discos e coloque a agulha mais para a frente da música, que o LP continua a encalhar no "refrão"(?) "Vês ou não?". Não conseguiam escrever uma letra mais pobre?
- JimmyP - "Abensonhado": Rap português na Eurovisão? Os adeptos do estilo de música que me perdoem, mas, a meu ver, o Festival da Canção é para se escolher uma boa canção em português com uma boa melodia cantada.
- Tomás Luzia - "Mais real que o amor": uma espécie de flamenco com laivos de fado... e uma composição medíocre.
- Meera - "Copo de Gin": demasiado comercial.
- Ian Mucznic - "O dia de amanhã": não é uma música má, mas imprópria para se ouvir amiúde, sob pena de se acabar por adormecer ao som de uma balada. Sugestão à RFM: quando acabar a Eurovisão e a RTP deixar de ter os direitos exclusivos sobre a canção, podem colocá-la no "Oceano Pacífico".
- Luiz Caracol e Gus Liberdade - "Dói-me o país": não se preocupem, meus caros, que o Sr. Dr. já vos vai receitar o Clonix e uns antibióticos. Canção de intervenção que jamais se conseguirá adequar ao que se pretende para representar Portugal em Roterdão.
- Cláudio Frank - "Quero-te abraçar": mais música em ritmo africano, com uma letra demasiado banal. Carregar no botão para avançar o número da senha e dizer aos fregueses: "próxima!".
- Dubio ft +351 - "Cegueira": uma voz fraca e um tema que até poderia ser interessante numa voz com outro poder de afirmação.

Enviado do meu Redmi 7 através do Tapatalk

Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"