Autor Tópico: Simulações de cobertura radioeléctrica  (Lida 1012 vezes)

Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 752
    • Ver Perfil
Simulações de cobertura radioeléctrica
« em: Janeiro 25, 2018, 01:17:43 am »
Que as simulações de cobertura radioeléctrica determinadas computacionalmente não passam de teoria, já sabemos. A título de exemplo, compare-se a cobertura do tx da RR no Trevim (Serra da Lousã - 106,0 MHz 50 kW), calculada em dois serviços online:

Simulação "pessimista":



Simulação "optimista"(ainda assim mais próxima da realidade) :



Apesar tudo, a última simulação, disponibilizada por determinado fabricante de emissores, revela-se mais credível que a do site FMSCAN.
Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"

Linxtuga

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 410
    • Ver Perfil
Re: Simulações de cobertura radioeléctrica
« Responder #1 em: Janeiro 29, 2018, 12:16:10 am »
E mesmo a simulação mais otimista penso já ser uma limitação técnica da plataforma e dos modos de cálculo, porque em circunstâncias ditas normais não costuma apresentar um círculo tão definido. Deve provavelmente basear-se no limite teórico de propagação FM que é normalmente mencionado.

Agora, é incrível o nível de detalhe da simulação! E quão bons são os emissores da Lousã, também.

joao_s

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 576
    • Ver Perfil
Re: Simulações de cobertura radioeléctrica
« Responder #2 em: Janeiro 29, 2018, 10:33:13 pm »
Por vezes convém analisar as simulações de cobertura com alguma cautela. Veja-se, por exemplo, na imagem seguinte, o mapa de cobertura de dois pequenos emissores da BBC R2 na cidade de Liverpool. Constata-se que emitem na mesma frequência (89.3) e têm coberturas sobrepostas, o que significa interferência mútua, na prática inaudíveis.


(clique para aumentar/reduzir)

A análise deste caso mostra que esses emissores servem túneis e, portanto, o mapa de cobertura simulado está… errado.